segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

*MENSAGEM DE SAUDADES PARA MEU FILHO PRIMEIRO*

SAUDADES

Meu filho, hoje faz dezenove anos que sobrevivo a você!
Coincidentemente, faz 49 anos que sou Carolina Ferreira, que me casei com seu pai, hoje no civil e "amanhã" dia 02/02/1967 no religioso, e ainda, "amanhã" dia 02/02/1997, eu estava enterrando você...
Zé Geraldo, eu procurei fotos novas suas e não tem... são sempre as mesmas, com o rosto da infância, da adolescência e as últimas com 27 anos...
Quero desesperadamente, uma foto atual dos seus 46 anos! Quero ver seus cabelos brancos iniciais como os dos seus irmãos... 
Filho, eu menti pra você e pra mim, quando dizia que não aguentaria a morte de um filho... Não só aguentei, como voltei a sorrir, principalmente ao lado dos seus sobrinhos...
Quando você partiu, a Nicole tinha 03 aninhos e o Felipe não havia completado 01!
Este ano que passou, a Nick terminou a Faculdade de Propaganda e o Fê foi passou para o 2º ano de Medicina!
Você não conheceu a Larissa (precisa ver, ela é a cara da sua irmã, a sua "Caina", não só a cara, mas tem o mesmo jeito e gênio), não conheceu também a Lívia e a Marina (elas são gêmeas muuuito parecidas, apesar de não gostarem disso, rsss... são lindas também), bom pelo menos não as conheceu aqui, quem sabe já as tenha visto onde você está! A Larissa é filha da Maria Carolina com o Geraldo e está com 09 anos e a Lívia e a Marina  são filhas do José Alexandre que se casou com a Renata (que você não conheceu também),e estão com 08 anos! Se você soubesse o amor que recebo dos seus sobrinhos, você não imagina. Aliás, pode imaginar sim, porque é o mesmo amor que sempre recebi de vocês, meus filhos, do seu cunhado e agora da sua cunhada que é outra filha que ganhei!
Você não encontrou o seu pai, né meu filho, acho que ele já voltou pra cá antes da sua partida!
E a Vó Carolina? Também acho que ela só deu uma voltinha por aí e veio rapidinho pra casa, linda num corpinho jovem e muito amado!
Já a sua Vó Rute, tenho certeza que está com você. Sabe que quando ela estava indo embora, apesar da dor imensa, senti ciúmes dela, porque sabia que você a estava esperando de braços abertos com beijos que só você sabe dar...
Zé, tenho tanta novidade pra contar desses anos todos... tanta coisa pra falar... mas um dia, que sei não muito distante, você há de estar me esperando com muita coisa pra me dizer e ensinar, não foi isso que combinamos?
Ah... quero aproveitar pra contar que a Nicole está apaixonada e namorando, e não sei porque acho que tem o seu dedo nisso... Conheci ele hoje e parece que foi um reencontro!
Ela não queria contar pra nós porque ele, apesar de não ter casado, tem uma filhinha... Será que você reconhece esta história na nossa família?
Ele está entrando na família certa, que há de amar e ser amada por essa menininha, com certeza...
Você sabe meu filho que odeio tomar calmantes pra dormir, principalmente porque já estou tomando muuuitos remédios, mas hoje vou ter que tomar.
Eu digo que esta data, na minha vida, é sofrimento com hora marcada.
Não que eu não sinta a sua falta todos os dia da minha "sobrevivência", mas esta data é pior, muito pior... lembro do sofrimento que você passou "sozinho", até que dois "anjos" o acudiram.
Superprotegi você e seus irmãos, assim como você nos superprotegeu e na hora que você mais precisou de mim, eu não estava presente...  
Me perdoe por isso e por ser tão dura com você e eu o perdoo por todas as sua molecagens, rsss...
Boa noite meu amor, se puder me faz uma visitinha nos meus sonhos, adoro acordar e lembrar dos momentos que tivemos juntos.
TE AMO,
como sempre e eternamente...
beijus desta sua mãe,

Carolina Ferreira
02/02/2016