domingo, 6 de novembro de 2011

*PRECE CELTA - SIMONE MASCARENHAS*

Que jamais em tempo algum eu acalente ódio em meu coração;
Que o canto da maturi
dade jamais asfixie a minha criança interior;
Que o meu sorriso seja sempre verdadeiro;
Que as perdas do caminho sejam sempre encaradas por mim como sendo lições de vida;
Que a música seja minha a lembrança da Tua existência em minha vida; 
Que os meus momentos de amor contenham a magia de Tua Alma eterna em cada beijo;
Que os meus olhos sejam dois sóis olhando a luz da vida em cada amanhecer;
Que cada dia seja um novo recomeço, onde minha alma dance na luz; 
Que em cada passo meu fiquem marcas luminosas de Tua passagem por meu coração; 
Que em cada amigo o meu coração faça festa, celebrando o canto da amizade profunda que liga as almas afins. 
Que em meus momentos de solidão e cansaço a Tua lembrança esteja sempre presente em meu coração para que eu jamais esqueça que tudo passa e se transforma; 
Que o meu coração voe contente nas asas da espiritualidade; consciente, para que eu perceba a ternura invisível, tocando o centro do meu ser eterno; 
Que um suave acalento me acompanhe onde eu estiver: terra, céu ou mar. 
Que o meu coração sinta a presença secreta do inefável! 
Que os meus pensamentos, os meus amores, o meu viver e a minha passagem por esta vida sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome. Aquele amor que não se explica, apenas se sente no fundo mais fundo da alma e que este seja capaz de curar, confortar e acalentar em todo e qualquer momento; 
Que esse amor transforme os meus dramas em luz, a minha tristeza em celebração e os meus passos cansados em uma alegre dança renovadora. 
Que jamais, em tempo algum, eu esqueça da Presença que está em Ti e em todos os seres que elevam o pensamento em Teu nome. 
Que eu não me recuse a ver, ouvir, sentir os milagres da continuidade e da renovação; 
Que o meu viver seja pleno e seja em Teu nome hoje e sempre.