sexta-feira, 14 de outubro de 2011

*HOMENAGEM À MINHA IRMÃ MAIS VELHA*

Minha irmã, não postei minha homenagem no dia de seu aniversário (08/10), porque viajei ao seu encontro para passá-lo, eu e minha família com você!
Mas não poderia deixar de dizer publicamente, o quanto você é importante na minha vida!
Minha primeira amiga, companheira, cúmplice e confidente!
Felicidade é recordar a nossa infância meio conturbada, mas mesmo assim repleta de traquinagens, brigas e reconciliações, que deixavam nossos avós e mãe meio malucos!
Nossas aulas de violões, canções em duas vozes! Fugidas para formarmos um “ensaio” de conjunto só de meninas!
Amores primeiros, puros, possíveis e impossíveis...
Confidências trocadas em nosso quarto em camas tão desiguais! Éramos tão diferentes e hoje somos tão parecidas fisicamente!
Só o amor é o mesmo, ou melhor, é maior!
Escolhi você para ser madrinha do meu primeiro filho, minha primeira “comadre”...
Uma vida quase inteira já se passou, tantas lembranças acumuladas de momentos alegres, felizes, tristes e trágicos, nestes quase 60 anos de convivência!
Como você diz hoje você é a mais “velha” da nossa família, mas ainda me sinto no dever de protegê-la e nem sei de quê! Talvez por ter sido considerada sempre a mais “forte” emocionalmente, por apanhar sem chorar externamente, enquanto você demonstrava seus medos!
Foi delicioso repartir novamente o mesmo quarto com você nas duas noites que passamos juntas, conversando até mesmo depois de o dia amanhecer!
É lindo ver nossos filhos e nossos netos repetindo nossa história... É reviver nossa vida de amor em família!
Saúde, amor, paz, esperança, fartura, prosperidade e proteção são os meus pedidos em oração a Deus, para você e a família que você e seu marido formaram!
Beijos, com admiração, desta sua irmã “do meio”,
Carolina.